TIM vence Prêmio Anatel de Acessibilidade de 2021

Operadora é a primeira colocada em ranking de melhores práticas de atendimento às pessoas com deficiência

  Pela segunda vez, as ações da TIM para pessoas com deficiência foram reconhecidas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A operadora é a vencedora do Prêmio Anatel de Acessibilidade em Telecomunicações 2021, divulgado nesta quarta-feira (31). A distinção é conferida às prestadoras que apresentam os ambientes físicos e virtuais de atendimento mais amigáveis às pessoas com deficiência e que desenvolvem ações para incentivar, divulgar ou assegurar os direitos de acessibilidade.

A autarquia considera a pontuação das cinco maiores prestadoras de telecomunicações em seu Ranking de Acessibilidade, previsto pela Resolução nº 667/2016. Para chegar aos resultados de 2021, a Agência verificou ao longo de 2020 os indicadores de Acessibilidade na Página da Internet (API) e de Eficiência dos mecanismos de interação via mensagem eletrônica, webchat e videochamada nos canais de atendimento remoto para pessoas com deficiência (ERA). Também considerou as Ações Voluntárias que incentivam, divulgam ou asseguram os direitos das pessoas com deficiência (AVI). Essa é a terceira edição do Prêmio, criado em 2019, quando a TIM também ficou em primeiro lugar.

Além de apresentar os melhores ambientes físicos e virtuais de atendimento, a TIM se destaca em iniciativas como, por exemplo, a disponibilização do Código de Defesa do Consumidor em Braile e em Libras e a produção da Cartilha “Anatel Explica” em Braile. Também favoreceu a posição da empresa no ranking os resultados das políticas de diversidade e inclusão em evolução na companhia. Entre elas, a revisão dos mecanismos de seleção, sucessão e desenvolvimento de pessoas para favorecer grupos socialmente minorizados; a promoção de debates com a sociedade sobre medidas para qualificar o cotidiano das pessoas com deficiência, por meio do TIM Convida; e a criação dos grupos de afinidade, com um grupo exclusivo que trata sobre inclusão de pessoas com deficiência e envolve quase 100 colaboradores. A TIM pretende aumentar em 35% a presença de pessoas com deficiência em seu quadro de colaboradores até 2022. Outro destaque é a Bateria do Instituto TIM, que promove a integração de pessoas com e sem deficiência. O grupo atua no Rio de Janeiro há 10 anos e tem 50 integrantes, entre crianças, jovens e adultos.

 

Sobre a TIM

“Evoluir juntos com coragem, transformando tecnologia em liberdade” é o propósito da TIM, que atua em todo o Brasil com serviços de telecomunicações, focada nos pilares de inovação, experiência do cliente e agilidade. A empresa é reconhecida por liderar movimentos importantes do mercado desde o início de suas operações no país e está à frente da transformação digital da sociedade, em linha com a assinatura da marca: "Imagine as possibilidades". É, desde 2015, líder em cobertura 4G no Brasil, conectando, inclusive, o campo para viabilizar a inovação no agronegócio. Foi pioneira na ativação de redes 5G no país, com a criação dos Living Labs em 2019, e está pronta para a próxima geração de redes móveis.

A TIM valoriza a diversidade e promove uma cultura sempre mais inclusiva, com um ambiente de trabalho pautado no respeito. A companhia atua comprometida com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança e, por isso, integra importantes carteiras da bolsa brasileira, como a do S&P/B3 Brasil ESG, do Índice de Carbono Eficiente (ICO2) e do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), sendo operadora por mais períodos consecutivos – 13 anos – nesta lista. Faz parte ainda do Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, e foi a primeira empresa de telefonia reconhecida pela Controladoria-Geral da União (CGU) com o selo "Pró-ética".

Para mais informações, acesse: https://www.tim.com.br.

 

Assessores