Pesquisa da TIM aponta gastos de até R$ 100 em presentes no Dia dos Namorados

Resultado mostra que maioria pretende fazer o pagamento em dinheiro e comemorar a data em casa por conta da pandemia

 

A troca de presentes neste Dia dos Namorados continua em alta esse ano, mas a comemoração será dentro de casa. Levantamento feito com 85 mil pessoas pela TIM Ads, plataforma que premia clientes que participam de pesquisas on-line com bônus de dados e recarga, aponta que o medo do coronavírus parece ter afetado a programação dos casais: 59,3% afirmaram que vão comemorar em casa, enquanto apenas 10,5% irão a restaurantes; 2,2% irão viajar; e 27,9%, ainda não decidiram ou celebrarão em outro lugar.

 

De acordo com a pesquisa, o bolso dos casais também foi afetado pelo cenário atual. Metade dos entrevistados (49,8%) afirmou que vai comprar algo mais barato esse ano. Presentes de até 100 reais estão na previsão de gastos por 42,4%. Já 25,8% da parcela que está indo às compras vão gastar entre R$ 50 e R$ 100; e 16,6% vão desembolsar até R$ 50. Já aqueles que vão investir um pouco mais representam 11,9% das respostas, sendo 5,2% entre R$ 801 e R$ 1.200, e 6,7% mais de R$ 1.200 para agradar seu amor. Itens de vestuário e smartphones aparecem no topo da lista dos presentes escolhidos para a cara-metade, com 27,6% e 21,5%, respectivamente. Em seguida, tiveram destaque perfumes 13,4%, calçados 11,4%, acessórios 10,2%, bolsas 5% e flores 4,9%.

 

O levantamento da TIM mostrou também que a forma de pagamento preferida foi a mais tradicional: dinheiro vivo para 50% dos entrevistados, seguido pelo cartão de débito (13,1%), crédito (11,2%) e pelo novíssimo PIX, escolhido por 8,7% dos participantes. As lojas físicas foram o local preferido citado por 44,6% das pessoas para as compras, contra 27,6% daqueles que farão suas compras pela internet nas lojas virtuais.

Assessores